Receba as notícias do montesclaros.com pelo WhatsApp
montesclaros.com - Ano 21 - terça-feira, 11 de agosto de 2020

Aviões militares dos EUA voaram, ontem, perigosamente próximos dos limites da China, em meio ao aumento das hostilidades

Segunda 27/07/20 - 12h58

Especialistas em geopolítica internacional não escondem seu temor diante do aumento das tensões militares no Mar da China entre as forças militares deste país e a grande frota dos EUA que navega naquela região.
LIMITE
Ontem, 2 aviões militares norte-americanos voaram muito próximos das fronteiras chinesas, no que foi interpretado como uma situação limite.
DIVULGOU
O centro Iniciativa de Investigação de Situação Estratégica do Mar do Sul da China, da Universidade de Pequim, divulgou que o avião militar P-8A chegou a 76,5 km da costa chinesa e outro, o EP-3E, voou a 106 km.
GRANDE
Os 2 aparelhos estavam em coordenação suposta com o USS Rafael Peralta (foto), um destróier com grande poder de foto.
ESTRATEGISTAS
Estrategistas militares avaliam que China e EUA não querem o conflito, mas o risco está aumentando. "As duas partes estão testando as linhas vermelhas do outro lado", afirmou uma fonte.
ENTRANDO
"Os navios de guerra americanos estão entrando cada vez mais para descobrir onde é a linha vermelha da China. Temo que as chances de um acidente estejam crescendo".
PRÓXIMAS
Estrategistas dizem que a força naval dos EUA é enormemente superior ao poder naval da China, mas não nas águas próximas.