Receba as notícias do montesclaros.com pelo WhatsApp
montesclaros.com - Ano 21 - segunda-feira, 21 de setembro de 2020

Bolsonaro nega que vá interferir nos preços: "uma vez interferindo, desaparece da prateleira e a mercadoria aparece no câmbio negro muito mais caro"

Sexta 11/09/20 - 6h38

O presidente Bolsonaro negou que vá interferir no preço dos alimentos, após a forte alta principalmente do arroz.
DESAPARECE
Suas palavras:
"Eu não vou interferir no mercado, o que tem que valer é lei da oferta e da procura. Ninguém quer interferir em nada, tabelar nada, isso não existe. A gente sabe que, uma vez interferindo, desaparece da prateleira e a mercadoria aparece no câmbio negro muito mais caro".
IMPORTAR
Disse ter conversado com os ministros Paulo Guedes e Tereza Cristina e que o Brasil irá importar 400 mil de toneladas de arrz sem imposto de importação.
ALTA
Atribuiu a alta no preço ao auxílio emergencial e aumento na demanda:
"O pessoal começou a consumir um pouquinho mais, mas um pouquinho por milhões de pessoas ajudou a sumir o produto das prateleiras", acrescentou.