Receba as notícias do montesclaros.com pelo WhatsApp
montesclaros.com - Ano 21 - quinta-feira, 3 de dezembro de 2020

STF deve decidir brevemente se vacina obrigatória é obrigatória; e já há uma primeira data para a vacina - janeiro. Médico de 28 anos morre no Rio, mas a dose que recebeu era inerte

Quarta 21/10/20 - 6h08

Brasília trabalha com a seguinte informação:
1 ) O STF vai decidir brevemente se a vacina obrigatória da campanhas oficiais é mesmo obrigatória.
2 ) A tendência é que o Supremo diga que vacina obrigatória é obrigatória.
3 ) O caso deve ser decidido no julgamento de ação em que casal vegano (que não consome nada de origem animal nem na alimentação nem em outros aspectos, como vestuário e produtos de beleza) se recusa a vacinar o filho.
4 ) O raciocínio jurídica que deve prevalecer é: cidadão que se recusa a ser vacinado tende a contaminar outras pessoas que, por aspectos médicos, não podem tomar a vacina.
MÉDICO
A Anvisa comunicou o falecimento de médico (foto), de 28 anos, no Rio, que participava de testes de vacina.
PLACEBO
Ainda não se sabe se ele tomava efetivamente a vacina ou o placebo, que é substância inerte.
SEGUNDA
A segunda hipótese, dele ter tomado uma dose inerte, placebo, é a mais provável.
CONFIRMADO
Por volta das 16h, foi confirmado: o médico, voluntário nos testes da vacina desenvolvida pela AstraZeneca e Oxford, não recebeu a vacina propriamente dita, mas um placebo.
INERTE
Os voluntários não sabem se recebem dose da vacina ou de outra substância inerte.