Receba as notícias do montesclaros.com pelo WhatsApp
montesclaros.com - Ano 22 - sábado, 18 de setembro de 2021

Problemas psicológicos e uso de remédio controlado. Assim, parentes explicam o caso do rapaz de 21 anos que jogou coquetel na mãe, furtou carro e invadiu escola em M. Claros

Segunda 13/09/21 - 11h26

Jornal O Tempo:

Jovem joga coquetel molotov na mãe, rouba carro e invade escola em Montes Claros

O suspeito trancou a namorada em um quarto e a mãe tentou intervir, mas foi esfaqueada e atingida por coquetel molotov. Jovem tinha sido vítima de bullying na escola que invadiu
Por NATÁLIA OLIVEIRA

Um jovem de 21 anos foi preso após tentar matar a própria mãe, trancar a namorada em um quarto, furtar um carro e invadir uma escola em Montes Claros, no Norte de Minas Gerais, na madrugada deste domingo (12).

De acordo com a Polícia Militar, o suspeito estava em casa com a mãe e a namorada no bairro São Judas, quando discutiu com a companheira e a trancou em um quarto. A mãe do homem tentou intervir, ele a esfaqueou no pescoço e ainda jogou um coquetel molotov contra o rosto dela.

A mulher, de 56 anos, teve o rosto e o couro cabeludo bastante lesionados e precisou ser socorrida a um hospital. Segundo a polícia, ela perdeu muito sangue e estava em estado de choque. O suspeito ainda tentou colocar fogo na residência.

Após o crime, o homem fugiu pulando as casas dos vizinhos, pulou dentro de um córrego e ainda furtou o carro de uma mulher que chegava em casa. Com o veículo, ele foi até uma escola da cidade e arrombou o portão. Depois ele abandonou o carro em uma linha férrea, voltou a instituição de educação e quebrou vários móveis. Na sequência, ele subiu no telhado da escola e tentou se matar.

Militares conseguiram convencer o jovem a descer. Familiares dele contaram que ele tem problemas psicológicos e faz uso de remédio controlado. Ele estudou na escola que foi danificada e sofreu bullying no local, na época. O suspeito não conseguiu explicar para os policiais por que ele cometeu o crime.

O jovem foi encaminhado à Polícia Civil pelos crimes de tentativa de homicídio, furto e dano. Ele já tinha passagens policiais pelos crimes de lesão corporal, roubo e embriaguez ao volante. O caso será investigado pela Polícia Civil.

Compartilhe
Siga-nos nas redes sociais