Receba as notícias do montesclaros.com pelo WhatsApp
montesclaros.com - Ano 22 - segunda-feira, 8 de março de 2021

Unimontes e Observatório Sismológico de Brasília negam tremor de terra em M. Claros, hoje ao amanhecer. Fica faltando esclarecer: o que, afinal, causou o grande estrondo ouvido pela população ?

Sexta 22/01/21 - 13h38

Divulgação da Unimontes:


Núcleo de Sismologia da Unimontes confirma que não houve tremor de terra em Montes Claros

Último registro de abalo natural na cidade foi em junho de 2019

O Núcleo de Estudos em Sismologia da Universidade Estadual de Montes Claros (NES) esclarece que a estação sismológica da Universidade, localizada na área do Parque Estadual da Lapa Grande, não registrou qualquer incidência de tremor ou abalo sísmico natural no município de Montes Claros nesta sexta-feira (22/1), embora haja relatos de moradores sobre a percepção de um barulho intenso no início da manhã, por volta das 5h30, na região sul da cidade.

Para maior segurança na checagem dos dados, a Unimontes manteve contato com o Observatório Sismológico da UnB (OBSIS), parceiro conveniado da instituição e referência nacional na área e que confirmou a inexistência de qualquer registro de evento sísmico natural em Montes Claros nesta data.
Conforme os dados oficiais do NES/Unimontes e do OBSIS, o último abalo sísmico registrado em Montes Claros ocorreu em 25 de junho de 2019, com magnitude de 1.8 na escala Richter, considerada extremamente baixa e, portanto, com leve percepção na superfície somente para a população próxima ao epicentro.

O registro oficial mais recente do sismógrafo monitorado pela Unimontes no Parque Lapa Grande foi do tremor em terra em Dores do Indaiá, município da região central de Minas Gerais, às 1h12 desta sexta-feira, com 3.1 de magnitude.

Reiteramos a importância de se veicular a informação técnica, com base em estudos e medições oficiais para maior tranquilidade da população e em respeito ao trabalho dos pesquisadores e dos setores envolvidos.